Galáxias em ângulos diferentes para o 27º aniversário do Hubble


Quando o Telescópio Espacial Hubble foi lançado a bordo do Space Shuttle Discovery em 24 de abril de 1990, os astrônomos só podiam sonhar com o que poderiam ver. 

Agora, 27 anos e mais de um milhão de observações mais tarde, o telescópio oferece ainda uma outra vista magnífica do universo - desta vez, um par impressionante de galáxias espirais muito parecidos com a nossa própria Via Láctea. 

Essas galáxias espirais estão a aproximadamente 55 milhões de anos-luz de distância na constelação Coma Berenices. 

A galáxia de ponta, à esquerda, é chamada de NGC 4302 e a galáxia inclinada é NGC 4298. Embora as galáxias pareçam muito diferentes porque estão anguladas em diferentes posições no céu, elas são muito semelhantes em termos de estrutura e conteúdo.

A NGC 4302 tem aproximadamente 87.000 luz-anos de diâmetro e cerca de 110 bilhões de massas solares.

A azulada galáxia NGC 4298 tem cerca de 45.000 anos-luz de diâmetro, e 17 bilhões de massas solares, é menos de 2 por cento da galáxia Via Láctea que tem 1 trilhão de massas solares.

As observações do Hubble foram realizadas entre 2 de janeiro e 22 de janeiro de 2017 com o instrumento Wide Field Camera 3 (WFC3) em três bandas de luz visíveis.

O Telescópio Espacial Hubble foi lançado a bordo do Space Shuttle Discovery em 24 de abril de 1990 e implantado na órbita terrestre baixa no dia seguinte. De sua posição acima dos efeitos de distorção da atmosfera da Terra, o Hubble observa o universo perto da luz ultravioleta, da luz visível e do infravermelho próximo. 

Nos últimos 27 anos, as descobertas revolucionárias do telescópio espacial revolucionaram os campos da astronomia e da astrofísica.

Fonte: Hubble Site

Crédito de imagem: NASA, ESA, M. Mutchler (STScI)


http://hubblesite.org/news_release/news/2017-14




Postagens mais visitadas